५हჱ«══╬PATriciatu╬══»५हჱ

Só mais um site WordPress.com

São João! 24 de junho de 2007

Filed under: Comemorações — patkovacs @ 16:15
O balão vai subindo, vem surgindo a garota, o céu é tão lindo e a noite é tão boa
SÃO JOÃO, SÃO JOÃÃÃO!!
Acenda a fogueira no meu coração!

Mais uma vez a nossa tradicional fogueira de 1 ano de palitos e caixas de fósforos foi acesa na passagem de 23 para 24, dia de São João. É também uma forma de comemoração do aniversário do Tonho, que este ano completou 63 são-joões!




Meio confuso, mas estes são JAMILA & HASSAN, filhos de Sanka, que nasceram na madrugada do dia 22.

Olha a Sanka aí! Os filhotes ainda estão ali dentro… umas horas depois dois vieram ao mundo e ficaram e dois vieram mas resolveram retornar ao mundo espiritual deles, certamente mto mais agradável que este aqui!

 

Aniversário de Abril 22 de abril de 2007

Filed under: Comemorações — patkovacs @ 18:32
Mês de abril só tem gente boa aniversariando! Confira:

५ह५ह Sanka ५ह५ह
Dia 02
9 anos!

५ह५ह Suzenne ५ह५ह
Dia 25
18 anos!

५ह५ह Mayumi ५ह५ह
Dia 25
30 anos!

५ह५ह Cláudia Marques ५ह५ह
Dia 13
33 anos!

Alguém mais??

À todas…
PARABÉNS E MUITOS ANOS DE VIDA!!!

 

Dia de São Valentim 14 de fevereiro de 2006

Filed under: Comemorações — patkovacs @ 0:57

 É costume nosso dizer que o Brasil a tudo copia o que vem de fora.

Mas o que é bom tem mais é que ser copiado mesmo!

E acho uma lástima que uma data tão legal, como a data de hoje, 14 de Fevereiro, Dia de São Valentim, não seja uma dessas datas comemorativas copiadas do que vem de fora. De fato, segundo a "História", essa data foi adaptada para o dia 12 de Junho, véspera de Santo Antônio, mas para alavancar as vendas nesse mês de baixa. E por aqui, uma coisa com contexto tão bacana, acaba não passando, desde o início, de mais uma desculpa esfarrapada para o comércio lucrar alguns, como acontece nos dias das mães, pais, crianças, Natal…

Eu espero que consigam instituir a St Valentin’s Day aqui no Brasil, como já estão tentando com o Halloween (que se você for estudar a História, vai muito mais além de festas de carnaval fora de época).

Ainda não é uma tradição nossa por aqui, mas mesmo assim desejo a todos um belo Dia de São Valentim!

E, como manda a Tradição, troque com a pessoa que você ama (não é necessariamente namorado/a, mas qualquer pessoa que você ame!) Chocolates em forma de coração.

E se eu fizer parte da sua lista de pessoas amadas, quero o meu chocolate ainda hoje!

Mas para quem fica, o meu presente são dois bilhetinhos que montei em Photoshop. O primeiro vai agora, o último vai lá embaixo. Pode colocar no seu blog à vontade!

 

 

Histórico
As comemorações dos Dias dos Namorados possuem várias explicações, baseada na tradição cristã, romana e pagã.


A tradição Cristã – O Valentines’s Day

A Igreja Católica reconhece três santos com o nome de Valentim, mas o santo dos namorados parece ter vivido no Século III, em Roma, onde os casais celebram seu dia, em 14 de fevereiro.
O Dia dos Namorados Valentines’s Day , foi criado em homenagem ao Padre Valentine, que era um padre em Roma, quando o cristinanismo era uma religião nova. O imperador nesse tempo, Claudius II requisitou que os soldados romanos não se casassem. Claudius acreditou que, como homens casados, seus soldados iriam permancer em casa com suas famílias ao invés de lutar nas guerras. Valentine foi contra o decreto do imperador e casava secretamente os jovens. Quando descoberto, o padre foi preso. Ainda na prisão, Valentine casava os jovens que conseguiam burlar a guarda e por isso foi julgado e condenado à morte, por decapitação. Valentine foi decapitado em 14 de fevereiro e sua morte foi anunciada aos romanos em 15 de fevereiro, no mesmo dia do feriado romano de Lupercalia. Após sua morte, Valentine foi nomeado santo pela Igreja Católica, que criava forças na época. Quando Roma se tornou totalmente Cristã, os padres mudaram o feriado do dia 15 de fevereiro para o dia 14, em honra ao Padre Valentine, no lugar do deus romano Lupercus. A tradição romana. O dia dos namorados provavelmente origina-se da festa romana antiga de Lupercalia. Nos últimos dias de Roma, os lobos ferozes vagavam próximos às casas de um vilarejo. Após a perda de várias crianças, vítimas dos lobos, os romanos pediram a um de seus deuses, Lupercus, para manter os lobos afastados. Ao longo de vários anos, a vila foi protegida do ataque dos animais, por isso, um festival era oferecido para a honra de Lupercus e comemorado no dia 15 de fevereiro (o calendário romano, coincidia aproximadamente com o início da Primavera). Vale a pena lembrar que o calendário era diferente naquele tempo, ainda não era contado como nos dias de hoje.
Na véspera do dia 15, eram colocados em recipientes pedaços de papel com o nome das moças romanas. Cada rapaz retirava um nome, e essa moça seria a sua namorada durante o festival (ou, eventualmente, durante o ano que se seguia).

A tradição pagã
Há também, quem defenda que o costume de enviar mensagens amorosas neste dia não tem qualquer ligação com o santo, datando da Idade Média, fala-se que o dia 14 de Fevereiro, coincidia com o princípio da época de acasalamento das aves.

A Origem do Dia dos Namorados no Brasil
No Brasil comemoramos o Valentine’s Day como dia dos Namorados, no dia 12 de junho. Com esse slogan, “Não é só de beijos que se prova o amor.", o publicitário João Dória instituía no Brasil o Dia dos Namorados. Na época ele era presidente da Standart Propaganda, responsável pela campanha publicitária da loja Exposição Clíper – uma das mais modernas da década de 40. A comemoração era inspirada no Valentine’s Day (Dia de São Valentim) norte-americano, mas os comerciantes paulistanos propuseram um ajuste no calendário. Tinham, para isso, dois motivos: aquecer as vendas no mês de junho, tradicionalmente fraco nesse aspecto, e aproveitar a proximidade do dia 13, festa do santo casamenteiro. O sucesso não foi imediato. Como o apelo foi completamente comercial, passaram-se ainda muitos anos até que a data se tornasse sinônimo de romantismo e, é claro, de consumo "não preconceituoso".
Atualmente o Dia dos Namorados é a terceira melhor data comemorativa para o comércio somente ficando atrás do Natal e do Dia das Mães.


O dia dos namorados no mundo

Com o tempo, o dia 14 de Fevereiro ficou marcado como a data de troca de mensagens amorosas entre namorados, sobretudo em Inglaterra e na França – e, mais tarde, nos Estados Unidos. Neste último país, onde a tradição está mais institucionalizada, os cartões de S. Valentim já eram comercializadas no início do século XIX.
o Japão existem dois dias dos namorados. O primeiro é 14 de fevereiro, quando as mulheres dão presentes e chocolates para amigos, namorados e afins. E no dia 14 de março é a vez dos homens retribuírem o presente.

Curiosidades
Ainda que de origem estrangeira, algumas frases de declaração de amor, como "I love you" , "Be my valentine!", "Be mine!", "From my heart to yours!" e "Every day with you is Valentine’s Day for me!" se tornaram internacionais e são extremamente utilizadas também em nosso dia dos namorados.

Santo Antônio
Essa estória já é mais divertida, e é mais a nossa  cara. Contam os antigos que uma moça bonita e solitária estava à procura de um namorado e dirigia suas preces a Santo Antônio. O tempo foi passando e ela continuava só. Um dia ao olhar-se no espelho, reparou que o tempo também passava para ela e o Santo não escutava suas preces. Num gesto de raiva e desilusão, pegou a estatueta do Santo e jogou-a pela janela. O objeto caiu na cabeça de um jovem rapaz que passava pela rua, e desmaiou. A moça escutando os gritos desceu para ver o que tinha acontecido. Quando percebeu que sua imagem havia acertado o pobre rapaz, deu os primeiros cuidados a ele. Este ao abrir os olhos e vê-la, apaixonou-se perdidamente. Acabaram se casando, esperamos nós, viveram felizes para sempre.

 

www.boasideias.com.br/negocios/sazonais/diadosnamorados

 

  

Eu já não tenho com quem comemorar esta data (aliás, já não tinha há muito mais tempo antes mesmo do rompimento), mas espero que você, se o tiver, faça um bom proveito dela e faça deste dia memorável. Dizem que o amor é um plantinha frágil que deve ser cultivada com carinho, diariamente, cuidada sempre, então não fique aí dando mole que acha que só porque tá junto agora ou porque tá junto há muito tempo, que a coisa tá garantida! Nada é garantido e quanto mais tempo juntos vocês tiverem, mais delicada a plantinha se torna… nem sempre o tempo fortifica as raízes.