५हჱ«══╬PATriciatu╬══»५हჱ

Só mais um site WordPress.com

Um Feliz Natal! 25 de dezembro de 2005

Filed under: Natal — patkovacs @ 0:13
A todos que têm comparecido ao meu broguinhu com mensagens tão legais de apoio…
 
 FELIZ NATAL
 

Muito obrigada pelas mensagens de carinho e força!

Ao grande amigo Snake, Cláudia, Nanda, Janete e Arthur!

É muito bom tê-los por aqui!!!

Muito obrigada por tudo: pela atenção, pelo carinho, pela preocupação. É tão estranho que pessoas que conhecemos nos apedrejam enquanto outras, que nos são estranhas, nos estendem as mãos…

De coração lhes agradeço e espero retribuir!

Beijos!!!

 

 

Anúncios
 

Ser GRande… 20 de dezembro de 2005

Filed under: Poesia — patkovacs @ 3:21

 

Ser grande…

 

Quando a incompreensão bater em sua porta

E tudo o que fizeres for mal interpretado

Lembre-se de sua missão na Terra:

amar ao próximo como a ti mesmo.

Deus segue-nos os pensamentos

e sabe realmente quais foram nossas intenções.

Não deixe de amar ao próximo

por ele não te compreender…

Pois cada criatura encontra-se

no grau de desenvolvimento que lhe é próprio.

A inveja, a cobiça, a raiva e o

sentimento de pequinês

só aparecem em seres que

 ainda não conseguiram entender

 que nós nos encontramos

de passagem pela vida,

e que dela apenas levaremos

aquilo que fizermos de bom aos outros.

Embora não sejamos compreendidos por todos,

Deus dá a cada um segundo suas obras.

Ame, viva sonhe, realize…

Não sinta-se pequeno…

 Faça-se grande!


Essa poesia é de autoria da amiga Cláudia Lopes

 

O Livro dos Espíritos 18 de dezembro de 2005

Filed under: Espiritismo — patkovacs @ 18:09
Parte Quarta – Das Esperanças E Consolações
Capítulo I – Das Penas E Gozos Terrestres
 
Decepções. Ingratidões. Afeições destruídas.
 
937. Para o homem de coração, as decepções oriundas da ingratidão e da fragilidade dos laços da amizade não são também uma fonte de amargura?
 
"São; porém, deveis lastimar os ingratos e os infiéis; serão muito mais infelizes do que vós. A ingratidão é filha do egoísmo e o egoísta topará mais tarde com corações insensíveis, como o seu próprio o foi. Lembrai-vos de todos os que hão feito mais bem do que vós, que valeram muito mais do que vós e que tiveram por paga a ingratidão. Lembrai-vos de que o próprio Jesus foi, quando no mundo, injuriado e menosprezado, tratado de velhaco e impostor, e não vos admireis de que o mesmo vos suceda. Seja o bem que houverdes feito a vossa recompensa na Terra e não atenteis no que dizem os que hão recebido os vossos benefícios. A ingratidão é uma prova para a vossa perseverança na prática do bem; ser-vos-á levado em conta e os que forem ingratos serão tanto mais punidos, quanto maior lhes tenha sido a ingratidão."
 
 
 
938 a. Mas, isso não impede que se lhe ulcere o coração. Ora, daí não poderá nascer-lhe a idéia de que seria mais feliz se fosse menos sensível?
 
"Pode, se preferir a felicidade do egoísta. Triste felicidade essa! Saiba, pois, que os amigos ingratos que o abandonam não são dignos de sua amizade e que se enganou a respeito deles. Assim sendo, não há de que lamentar tê-los perdido. Mais tarde achará outros, que saberão compreendê-lo melhor. Lastimai os que usam para convosco de um procedimento que não tenhais merecido, pois bem triste se lhes apresentará o reverso da medalha. Não vos aflijais, porém, com isso: será o meio de vos colocardes acima deles."
 
 
 
 
Uniões antipáticas
 
939. Uma vez que os Espíritos simpáticos são induzidos a unir-se, como é que, entre os encarnados, frequentemente só de um lado há afeição e que o mais sincero amor se vê acolhido com indiferença e, até, com repulsão? Como é, além disso, que a mais viva afeição de dois seres pode mudar-se em antipatia e mesmo em ódio?
 
"Não compreendes então que isso constitui uma punição, se bem que passageira? Depois, quantos não são os que acreditam amar perdidamente, porque apenas julgam pelas aparências e que, obrigados a viver com as pessoas amadas, não tardam a reconhecer que só experimentaram um encantamento material! Não basta uma pessoa estar enamorada de outra que lhe agrada e em quem supõe belas qualidades. Vivendo realmente com ela é que poderá apreciá-la. Tanto assim que, em muitas uniões, que a princípio parecem destinadas a nunca ser simpáticas, acabam os que as constituíram, depois de se haverem estudado bem e de bem conhecerem, por votar-se reciprocamente, duradouro e terno amor, porque assente com estima! Cumpre não se esqueça de que é o Espírito que ama e não o corpo, de sorte que, dissipada a ilusão material, o Espírito vê a realidade.
Duas espécies há de afeição: a do corpo e a da alma, acontecendo com frequencia tomar-se uma pela outra. Quando pura e simpática, a afeição da alma é duradoura; efêmera a do corpo. Daí vem que, muitas vezes, os que julgavam amar-se com eterno amor passam a odiar-se, desde que a ilusão se desfaça.
 
 
 

DEUS PERMITA QUE EU NÃO PERCA…..

Filed under: Sem categoria — patkovacs @ 11:34
O ROMANTISMO, mesmo eu sabendo que as rosas não falam;
 
O OTIMISMO, mesmo sabendo, que o futuro que nos espera não é assim tão alegre;
 
A VONTADE DE VIVER, mesmo sabendo que a vida é em muitos momentos dolorosa;

A VONTADE DE TER GRANDES AMIGOS(AS), mesmo sabendo que com as voltas do mundo, eles(as) acabam indo embora de nossas vidas;
A VONTADE DE AJUDAR AS PESSOAS, mesmo sabendo que muitas delas, são incapazes de ver, reconhecer e retribuir esta ajuda;
 
O EQUILÍBRIO, mesmo sabendo que inúmeras forças querem que eu caia;
 
A VONTADE DE AMAR, mesmo sabendo que a pessoa que eu mais amo pode não ter o mesmo sentimento por mim;
 
A LUZ E O BRILHO DO OLHAR, mesmo sabendo que muitas coisas que verei no mundo, escurecerão meus olhos;
A GARRA, mesmo sabendo que a derrota e a perda, são dois adversários extremamente poderosos;
 
A RAZÃO, mesmo sabendo que as tentações da vida são inúmeras e deliciosas;
 
O SENTIMENTO DE JUSTIÇA, mesmo sabendo que posso ser prejudicado;
 
O MEU FORTE ABRAÇO, mesmo sabendo que um dia meus braços estarão fracos;
 
A BELEZA E A ALEGRIA DE VER, mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos e escorrerão por minha face;
 
O AMOR POR MINHA FAMILIA, mesmo sabendo que ela muitas vezes me exigirá esforços incríveis para manter sua harmonia;
 
A VONTADE DE DOAR ESTE ENORME AMOR QUE EXISTE EM MEU CORAÇÃO, mesmo sabendo que muitas vezes ele será submetido e até rejeitado;
 
A VONTADE DE SER GRANDE , mesmo sabendo que o mundo é pequeno;
 
E acima de tudo… Que eu jamais me esqueça que Deus me ama infinitamente, que um pequeno grão de alegria e esperança dentro de cada um é capaz de mudar e transformar qualquer coisa, pois …
 
… A VIDA É CONSTRUÍDA NOS SONHOS E CONCRETIZADA NO AMOR!
 

 
Também retirado de email.
Há muito o que aprender, o que melhorar e eu só tenho a mim para isso, agora e sempre.
Não quero me esquecer novamente, como já fiz…
Há uma confusão dentro de mim e preciso ter convicção plena de que eu fiz o melhor, de que não fui eu que errei, embora eu esteja pagando caro por isso…
 
 
 

 

Harry Potter & O Cálice De Fogo – The Movie 8 de dezembro de 2005

Filed under: Cinema — patkovacs @ 5:59
Ontem, dia 7, fui ao Cine Palácio do Centro para assistir ao filme 4 de Harry Potter. O cinema não é nem um UCI e havia alguns adolecentóides idiotas por lá, de criancisse com gritarias, mas ao menos é a metade do preço do UCI. Agora que virei uma "separada", tem que pegar leve com os gastos, pois não haverá mais ninguém pra socorrer quando precisar.
Resumindo, não gostei do filme. Os efeitos especiais eram até legais, mas nada que surpreendesse. O filme estava, mais uma vez, horrivelmente adaptado para a linguagem de cinema e foram cortadas até mesmo cenas muito importantes do livro.
Mas valeu pra passar a hora.
E Voldemort estava ótimo! Finalmente colocaram um ator que se enquadra bem ao personagem. Apesar da maquiagem para fazê-lo com fisionomia de serpente, é um cara bonito, magro, alto, esbelto, sem nenhuma pelanca caindo pelo queixo.
Aliás, esse Allan Rickman que faz o Snape é tão velho que ficaria melhor no papel de Dumbledore, cujo ator parece ter bem menos pelancas abanando que o tal Allan, e Dumbledore tem 90 anos, enquanto Snape tem uns 36. Mas fazer o que, né? Os pais de Harry, que morreram com 20 anos, continuaram a envelhecer lá no além!
Mayumi e eu saímos do cinema e ainda era de dia e fomos para o CCBB, ficar lá até ser postas pra fora, às 9, hora de encerramento do centro cultural.
Aliás, é pleno Rio de Janeiro, a segunda maior capital do país, e 9 horas da noite já não existe praticamente mais nada funcionando!!!!
Que metrópole mais muderninhas essa!!!!
O próximo filme será "Crônicas de Narnia", da Disney. Mas vi o trailler de King Kong e os efeitos estão muito fodas! Talvez eu arraste a Mayumi pra assistir ele.
E também vai estreiar uma continuação de Jumanji. O cartaz é em 3D holográfico! Imagine como devem ser os efeitos do filme?!!!

PS: Putz é difícil achar imagens do filme XP